CANÇÃO DA MINHA TERRA

minha terra tem de um tudo
um tiquinho só de nada na minha terra é mundo
como o cansaço do gado o suor do povo dobrado sobre a enxada
as tardes desconsoladas dos verões chuvarentos
ou a secura de certos invernos temporões.
 
minha terra tem de tudo
e quase tudo na minha terra vale muito:
o desconsolo da moça que espera seu dia
a modorra vesperal dos gatos nas calçadas
o tropel atropelado dos corações vadios.
 
minha terra só tem lucro
e o lucro da minha terra é o ser telúrico
que brota dela cada vez que um ventre de mulher frutifica
como frutificam as jabuticabeiras os mamoeiros
nos quintais das casas de porta e janela para a rua
como se abertas a empurrar seus filhos só raízes para o mundo.

2 comentários sobre “CANÇÃO DA MINHA TERRA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s