POEMAS PARA O AMIGO

I

Amigo

Essas rugas que em ti vejo

Acaso serão meu espelho?

 

II

Amigo

Vem comigo procurar

Nossos sonhos perdidos!

 

III

Amigo

Já notaste que na nossa idade

Vemos beleza por todo o lado?

 

IV

Amigo

Lembras-te de quantos caminhos

Percorremos sem destino?

 

V

Amigo

Vê como ficam esquisitos

Esses nossos cabelos brancos!

 

VI

Amigo

Um dia com certeza

Ainda riremos de tudo isso!

 

VII

Amigo

E as mulheres nunca esquecidas

Que vararam nossas vidas?

 

VIII

Amigo

Nosso tempo ficou para trás

Ou nós é que nada somos mais?

 

IX

Amigo

Sabes aqueles nossos longos cabelos?

Hoje é quase impossível vê-los!

 

X

Amigo

Antes fazíamos a festa

Agora o que nos resta?

 

XI

Amigo

Bardot Cardinale Marilyn

Onde estão nossas mulheres?

 

XII

Amigo

Daquele nosso vigor físico da infância

Só há lembrança!

 

XIII

Amigo

Todos os nossos projetos políticos

Ainda estão no paleolítico!

 

XIV

Amigo

A amizade vale ouro vale prata

Vale bronze ou vale nada?

 

XV

Amigo

Quase não fico à deriva

Quando me guio por ti!

 

XVI

Amigo

Contigo não há perigo

Nem contramão!

 

XVII

Amigo

Aquilo que nos permeia

Ultrapassa nossas veias.

 

XVIII

Amigo

Rompemos tantos janeiros!

Será que ainda estamos inteiros?

 

XIX

Amigo

Nunca nos houve ferida

Que não soubéssemos curar!

Um comentário sobre “POEMAS PARA O AMIGO

  1. Zatonio

    Esse foi o primeiro poema seu que lí. Romperemos muitos janeiros ainda, apesar e com o Botafogo. Abração amigo, do amigo Zé Antonio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s