DISNEY ON ICE E O MINISTÉRIO DA CULTURA

 

Imagem em discaslegais.net.

Vi na tevê propaganda do Disney On Ice, que está no Brasil.

Até aí, nada de mais, nem de menos. É assim mesmo. Temos de nos conformar. Somos um país aberto – talvez até um tanto escancarado -, participamos de um mundo globalizado e a Internet está aí para não deixar dúvidas de que viramos a tal “aldeia global”.

Mas o Governo brasileiro, através do Ministério da Cultura, estar patrocinando a vinda da troupe ao país já é, como se dizia em minha terra, meio muito.

Quantas manifestações artísticas e culturais brasileiras vivem da teimosia de uns tantos entusiastas abnegados, à margem de qualquer incentivo ou de benesses oficiais? Quantas outras já estão extintas, ou em vias de desaparecimento, por não terem conseguido sobreviver num ambiente cultural que não lhes deu oportunidades a que se mantivessem? Ou não terem merecido das autoridades competentes a atenção devida?

Quantas obras relevantes do nosso patrimônio histórico e artístico estão em situação lamentável?

Quantos talentos o país perde, sem que se lhes deem oportunidades ou apoio?

E agora vem o MinC com patrocínio para Disney On Ice?

Ora, façam-me o favor!

É muito mais que meio muito. É inconcebível!

Porém não é de se estranhar. É do mesmo governo que vai adotar livro didático de língua portuguesa com orientação equivocada, quanto ao papel da Educação na formação de nossos jovens, relativamente ao nosso maior bem cultural: a língua portuguesa, o instrumento de comunicação do nosso povo*.

Vou aproveitar a oportunidade, como faço sempre, para protestar também contra a invasão de musicais americanos e americanizados em nossos palcos. Mesmo não sendo comunista de nenhuma tendência, acho musical a manifestação mais bem acabada da decadência da cultura americana. Para mim, aquilo é um lixo!

E vejam o seguinte: não sou xenófobo, homofóbico ou colérico, talvez até um pouco heteronômico, metódico ou sorumbático.

———— 

(*A este respeito, ver a postagem “A Escola como manutenção de castas”, do dia 16/5/2011. Nosso galã Ministro da Educação, apesar de todos os protestos a respeito, teimosamente afirmou que manterá a utilização de tão nefasto livro.)

2 comentários sobre “DISNEY ON ICE E O MINISTÉRIO DA CULTURA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s