PEGARAM O PEIXE NA MAIOR ÁGUA

Pela segunda vez este ano, o Peixe foi pego numa blitz da Lei Seca e, como era de se esperar, recusou-se a soprar o bafômetro, alegando prejuízo a suas sensíveis guelras.

O Brasil é um país engraçado – e isso todos sabem muito bem (não sei por que repito). Cria leis como esta, mas não obriga o motorista a soprar o instrumento de trabalho do guarda, sob a alegação de que o cidadão não é obrigado a produzir provas contra si. Ora, xongas, então não criem leis, como se faz tanto por aqui.

Aí fica parecendo uma brincadeirinha. Eles fingem que endurecem, eu finjo que acredito, e ninguém faz nada.

Há pouco houve um índio brasileiro que dirigia zonzo de cauim e também se recusou a soprar o troço. Antes, certo senador conterrâneo de Aleijadinho, estava mais torto de camulaia que o grande fazedor de imagens e também não soltou o bafo.

Mas voltando à vítima do anzol, o Peixe soltou nota dizendo que dá o maiooooooorrrrr apoio à tal Lei Seca – logo ele que é peixe e precisa tanto estar na água – e que, aproveita para dizer, NÃO BEBE (saiu caixa alta sem querer!).

Vivemos no país do “faz-me rir”.

Contudo, o Peixe não esclareceu o que não bebe. Talvez seja caldo de cana, ou suco de uva, ou água mineral gasosa. Essas bebidas fazem um mal do cacete!

Oh, me poupem!

O peixe flagrado na maior água (ou alga?). Imagem em oreinodosbichos.blogspot.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s