CHICO NA TRILHA DE RENATO

Chico Teixeira lançou seu cd Mais que o viajante*.

Chico já vem mexendo com música, de forma aparente para ouvintes como eu, desde o cd que registrou o show, na Sala Adoniran Barbosa do Centro Cultural São Paulo/SP, feito por seu pai, Renato Teixeira, e o compadre deste, Xangai: Aguaraterra. Participam ele e a filha de Xangai, a bela Mariá, ainda crianças, na faixa 6, Meninos.

Depois disso, muita água verteu das serras e regou as vargens. E o vimos no dvd de Renato Teixeira na Sala Ibirapuera, um trabalho bonito de dar água nos olhos. Nesse, ele e seus irmãos coadjuvam o pai, na missão de cantar músicas bonitas.

Por esta razão, quando vi na loja o cd de Chico, tratei logo de trazê-lo para casa e ouvir o que ele tinha a nos cantar. E não perdi nem o tempo de atravessar as barcas e chegar ao Rio de Janeiro, voltar e colocar o disco no tocador. Muito menos o investimento. Tudo valeu a pena!

É uma beleza! E como disse de Marya Bravo (Zé Rodrix merece, de 4/9/2011, neste mesmo blog) em relação ao cd com músicas do pai Zé Rodrix que ela também lançou este ano, Chico só faz engrandecer ainda mais a herança musical que recebeu de seu pai, a qual leva mais adiante em termos musicais.

Com doze faixas e participações especiais de Renato Teixeira (faixa 2), Dominguinhos (faixa 4) e Gabriel Sater (faixa 8), o trabalho de Chico segue a trilha de Renato, com canções de toque rural, com a poética caprichada nas obras autorais, com ou sem parceiros.

Na faixa 2, ele e o pai – vozes parecidíssimas, com a distinção do tempo a amaciar a voz de Renato – cantam o melhor Cat Stevens, Pai e filho, em versão dos dois.

Como tributo à tradição da linha musical em que se criou e que cultiva, na faixa 5 está Saudade danada, de Elpídio dos Santos e Osnir Perdigão.

Malgrado o plural irregular do verbo haver (Eu e esse meu cacoete de professor de língua portuguesa!), Curvelo é uma canção belíssima, saída da dupla pai-filho, cujo refrão um tanto inesperado gruda em nossos ouvidos: “Hoje eu fico em mi casa; hoje não vou a Curvelo”.

Em Mochileira, Dominguinhos empresta sua sanfona soberba a sublinhar a melodia, assim como o violão e a voz de Gabriel Sater em Novo marinheiro.

Na derradeira, Ouça menino, seu filho miúdo agradece as coisas que ele lhe diz. E nisto está, com certeza, a semente da continuação da obra do grande avô Renato.

Parcerias com Felipe Maia (Giramundo), Di Mancini (Água na fonte), Gabriel Sater (Sonhos de aço) e André Pozzi (Sagacidade) e a composição de Geraldo Roca (Mochileira) mantêm a unidade do trabalho de Chico Teixeira.

Taí: gostei muito deste Chico Teixeira. É possível que algum espírito de porco diga que é muito parecido com o pai, Renato. E ele deveria ser parecido com quem? Com o vizinho? E se é com o Renato, melhor ainda para os que gostam desta música que cheira a terra, a mato e a gente simples do interior, mas com um toque de bom gosto, tanto na letra, quanto na música e nos arranjos.

Ah! E o trabalho é dedicado a outro grande músico, infelizmente já falecido, Zé Gomes.

Está tudo muito bom!

—————————–

*Mais que o viajante, 2011, Ape Music. Faixas: 1)Mais que o viajante (Chico Teixeira); 2) Pai e filho (Cat Stevens, versão Chico e Renato Teixeira); 3) Curvelo (Chico e Renato Teixeira); 4) Mochileira (Geraldo Roca); 5) Saudade danada (Elpídio Santos e Osnir Perdigão); 6)  Giramundo (Felipe Maia e Chico Teixeira); 7) Para todos (Chico Teixeira); 8) Novo marinheiro (Chico Teixeira); 9) Água na fonte (Di Mancini e Chico Teixeira); 10) Sonhos de aço (Gabriel Sater e Chico Teixeira); 11) Sagacidade (Chico Teixeira e André Pozzi); 12) Ouça menino (Chico Teixeira).

Capa do cd de Chico Teixeira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s