É NÓIS!

Ciclotímico, maníaco depressivo, bipolar às vezes, o Botafogo jogou como os botafoguenses esperam do seu time: como time grande.

Em nenhum momento do jogo, vimos a apatia que a equipe demonstrou em outras partidas, quando parecia um bando de paquidermes em campo, como ocorreu em Goiânia, contra o Atlético.

Contra o Corinthians, no Pacaembu, mostramos que estamos na briga pelo titulo do Brasileirão deste ano. Temos um jogo a menos – com o Santos – e teremos uma sequência altamente favorável no Engenhão. No entanto, futebol não se faz de hipóteses, nem de expectativas. Duvido que ontem, por exemplo, houvesse alguém a não ser botafoguense que acreditaria na vitória em São Paulo.

Jogamos muito bem o primeiro tempo. Tivemos um gol mal anulado – não havia impedimento no lance -, o juiz inventou algumas faltas para o Corinthians, exagerou na punição ao Cortês, que foi imprudente na jogada, deve-se reconhecer, porém soubemos atuar defensivamente no segundo tempo, tentando algum contra-ataque, e saímos com uma vitória consistente.

Renan, que andou entregando anteriormente, hoje jogou de forma exuberante: foi absoluto nas bolas altas e preciso na saída, no abafa a chutes próximos. Até Alessandro acertou. Mas o grande mérito foi o conjunto, embora um e outro estivessem abaixo da média.

Dá-lhe, Fogo! É nóis! Como dizem os curintianos.

Imagem em jocapoeira.wordpress.com.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s