ANOTAÇÕES DE AFOGADILHO II

1. A ameaça de retaliação do ditador da Síria Bashar al-Assad já começou a surtir efeito: comi um quibe criminoso no bar da esquina, que quase me levou ao óbito.

2. O espírito de Amy Winehouse baixou no vômito de uma jovem bêbada no banheiro do SWU. A faxineira esotérica não soube interpretar o bleargh! da entidade, porque não entende a língua de Shakespeare.

3. Na Grécia, o primeiro ministro caiu. Na Itália, da mesma forma. Eu também ando trupicando muito ultimamente.*

4. O palhaço, filme de Selton Mello, é uma homenagem sensível aos palhaços e aos circos mambembes deste Brasil afora. Mas também presta tributo a comediantes não badalados, como Zé Bonitinho, Ferrugem e Moacyr Franco. E, digo mais, é muito bom filme!

5. Andei olhando o show do Black Eyed Peas no SWU, neste sábado, pela tevê. Se não fosse pela maravilhosa loura turbinada e rebolativa Fergie, seria impossível aguentar os primeiros desacordes. Confiram abaixo.

Fergie fazendo a linha "mamãe, tou carente!" (paulinianews.com.br).

6. Se Kadafi fizesse a linha espiritualista, pode ser que seu espírito baixasse em alguma esfirra, quibe ou cafta. Como não faz, porque era seguidor de outro credo, perdeu-se no éter. Já ninguém fala nele.

7. Essa tomada das favelas da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu pelas forças de segurança do Rio de Janeiro foi muito sem graça. Não se viu um mísero confronto. Não se ouviu nenhum tiro. Assim não vou acordar cedo nas próximas ações, para ver o espetáculo na televisão.

8. O Gabão se gabou de inaugurar belo estádio de futebol, no jogo com a Seleção Brasileira, mas a coisa estava mais para brejo do que para tapete verde. Com direito a sapos e rãs!

9. Quando soube que o Galvão Bueno iria transmitir, pela Globo, a luta de UFC entre um mexicano e um brasileiro, vi que ali se juntavam dois motivos definitivos para não ligar a tevê: o Galvão e a pancadaria.

10. Na sua desenfreada e insana carreira de caixinha de surpresas, o futebol (pronúncia paulista, por favor) fez mais uma grande vítima: o Fluzão, que não resistiu à avassaladora campanha de recuperação do América Mineiro, sério candidato a deixar a zona da degola.

11. Trocaram, na Grécia, de primeiro ministro. Saiu o Papandreou e entrou o Papademos. Enquanto eles elegerem esses caras com nome começado com o verbo papar, o negócio vai continuar difícil. Deveria ser alguém mais chegado a um regime.

12. Deixei esta última anotação para ser escrita após o jogo Botafogo x Vasco, porém prefiro não comentar. Como botafoguense com um mínimo de vergonha na cara, quero esquecer essas últimas atuações do time: sem padrão, sem vontade, sem caráter!

——————-

*Agradecimentos a Groucho Marx, de quem adaptei a frase.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s