10 x 3

Como chegou o fim de semana e é preciso aliviar um pouco, resolvi lançar mão de um recurso próprio de Contigo e Caras, para que não reclamem que estou muito amargo nessas últimas postagens. É que as notícias não são nada auspiciosas.

Assim, em sendo o gestor supremo deste blog, me permiti elaborar, também, minhas listas de preferências, a fim de que vocês confiram nossos gostos. Claro está que, sendo da geração que sou, é bem provável que haja diferenças, conflitos e otras cositas mas. Porém quem irá atirar a primeira pedra, né não?

Escolhi o número 3, porque a lista fica menor e é mais fácil conferir. E também porque, mais adiante, poderei fazer outras, sem que se esgote cada uma delas, ou que se torne leitura chata.

Comecemos, então.

3 filmes que nunca me saíram da cabeça: A fonte da donzela  (1960), de Ingmar Bergman; O homem que matou o facínora (1962), de John Ford, e Morte em Veneza  (1971), de Luchino Visconti.

3 atrizes estrangeiras de beleza acachapante: Claudia Cardinale, Catherine Deneuve e Demi Moore.

Claudia Cardinale, no auge de sua beleza (allposters.pt).

3 discos (elepês) de rock progressivo que quase furaram de tanto tocar nos idos dos 70/80: Foxtrot, Genesis; The dark side of the moon, Pink Floyd, e Islands,  King Crimson.

3 graças da moderna MPB: Vanessa da Mata, Roberta Sá e Mônica Salmaso.

Vanessa da Mata (entretenimento.r7.com.br).

3 sambas clássicos que gostaria de ter composto: Obsessão, de Mano Décio da Viola e Osório Lima; Meus tempos de criança, de Ataulfo Alves, e Canta Brasil, de David Nasser e Alcir Pires Vermelho.

3 livros da literatura brasileira de leitura prazerosa: Vila dos Confins, de Mário Palmério; O coronel e o lobisomem, de José Cândido de Carvalho, e Cemitério de elefantes, de Dalton Trevisan.

3 cachaças de se tomar ajoelhado: “Montanhesa Premium”, de Araguari, “Vale Verde”, de Betim, e “Canarinha”, de Salinas, todas mineiras, uai!

3 pratos estranhos da culinária brasileira, mas cheios de sabores: buchada de bode, efó e chouriço.

3 lugares pequenos do Brasil, cada um com seu charme, que compensam a viagem: Tiradentes (MG), Cunha (SP) e São Pedro da Serra, distrito de Nova Friburgo (RJ).

Ateliê Suenaga&Jardineiro, Cunha-SP, 08/10/11 (foto do autor).

3 poetas de língua portuguesa marcantes: Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa e Mário Quintana.

10×3=30. Talvez volte outro dia, com mais algumas futilidades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s