ELES DIZEM, MAS NÃO SE DEVE ESCREVER

1. Adriano, o Imperador de si mesmo, disse há pouco que sua mãe já lhe pediu que parasse de jogar. Uai! Pelo que sei, ele já não joga há um bom tempo. Assim como o R-10. Eles fingem, apenas.

O pior de tudo é que tenho – ou tive – a maior admiração pelos dois. Sobretudo, pelo Adriano, que nos deu uma Copa América sobre os argentinos, aquele povo extremamente simpático e muy amigo, aqui abaixo de nós.

2. Agnelo Queiroz também anda dizendo que seu governo não tem nenhum negócio com o megaempresário zoológico Charlot Waterfall, vulgo Carlinhos Cachoeira.

Quero crer que ainda vai rolar muita água nessa queda, o que levará alguns de roldão.

Quem sobreviver ao naufrágio verá!

3. Dona Ideli Salvati, ministra do sei lá o quê (Sabia, mas não sei mais, de tanto que eles lá trocam de posição no tabuleiro de xadrez do Planalto! Falei xadrez? Foi um ato falho meu!), está metida num caso mal explicado de compra de lanchas e recebimento de doação para sua derrotada campanha ao governo de Santa Catarina. Ela disse que não tem nada com isso. Que tem até o maior pavor de água.

Penso que a Ideli não vai se salvati. E que este governo pode acabar como o Titanic, cujo naufrágio faz cem anos agora. É muita água turva a cercá-lo.

Aliás, vou propor aqui quebrar uma garrafa de champanhe no casco de uma dessas lanchas, caso sejam encontradas.

4. Lembram que o técnico da Seleção Canarinho, Aí Mano Menezes, foi pego numa blitz do bafômetro, não soprou o dito cujo, não tinha carteira – ou carta, como querem os paulistas – e ainda saiu elogiando a ação da puliça? E disse que dá o maiorrrr apoio à ação, que a cana dura está certa e outros elogios mais, naquele tom monocórdio que faz qualquer time dormir em campo, como tem acontecido com o Onze Nacional.

Aí Mano Menezes, sugiro convocar o Adriano, Imperador de si mesmo, para sair na night com você. Na hora da blitz, escale o craque para soprar lá o troço da puliça. A barra dele já está mais suja que pau de galinheiro mesmo!

5. Aí, no sítio eletrônico do partido, vem o presidente do PT, Rui Falcão, com toda a segurança possível, defender uma CPI para esclarecer a corrupção do Senador caído em desgraça Demóstenes Torres Gêmeas.

Também não escrevam isto aí (Se é que há alguém anotando alguma coisa!). Ele tenta virar o jogo do Mensalão. Desviar o foco do tiroteio.

Na verdade, sabemos que todos são farinha do mesmo saco. Ouvi ontem na Rádio CBN notícia saída no exterior de que a corrupção no Brasil não tem credo político. Da Esquerda à Direita, passando pelo Centro e pelas periferias, todo mundo mete a mão, desavergonhadamente. É o tal “dá cá a minha palha” institucional.

Desde que inventaram o dinheiro, há milhares de anos, ele é o senhor mais poderoso do planeta. E muitos a ele se submetem, sem nenhum constrangimento.

Eh, Brasilzão lascado, sô!

Imagem em blogdealto.blogspot.com.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s