ALEGRIA DE POBRE

O Botafogo nos deu a impressão, pelas duas primeiras partidas do Brasileirão, de que tinha tomado tenência na vida. Eu diria mesmo que tal impressão perdurou até o primeiro tempo do jogo de ontem contra o Cruzeiro.

No entanto, já no segundo tempo, o time voltou ao jogo dúbio e desinteressante que tem apresentado nas últimas partidas.

As reações nos jogos contra o São Paulo e o Coritiba, tenho para mim, se constituíram no fogo de palha com que iniciamos o campeonato.

Também foi assim no ano passado.

Por esta atuação de ontem, temo que iremos repetir o desempenho de 2011 e fiquemos lá pela metade da tabela. Isto com muito boa expectativa.

Eh, Botafogo! Às vezes torcer por este time é como puxar bode para dentro d’ água: uma tarefa quase impossível.

Porém devo ser honesto e confessar que, se ganharmos bem o próximo jogo nos Aflitos, meu time volta a ser o melhor do país. Ou não me chamo torcedor!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s