ANDO MEIO PREOCUPADO

Estou começando esta postagem num plágio descarado do bom e velho Mutantes. Bom e velho no sentido de bom e velho mesmo. E não, no sentido irônico, lírico, onírico ou afrodisíaco. Quem sou eu para ser irônico com o bom e velho Mutantes e depois levar uma descompostura da Rita Lee, que anda impossível. Nem polícia escapa ao seu esculacho.

Mas isto é por causa do meu país. Aliás, do nosso país.

A cada notícia, é mais um caso de falcatrua, de roubalheira, de apropriação do dinheiro que pertence ao povo, o tal dinheiro público.

Fica parecendo que dinheiro público é igual a banheiro público, sem taxa de uso. Neguinho (no bom sentido de neguinho) mete a mão descaradamente e o processo, quando se descobre o crime, rola nos escaninhos da justiça e nas entrelinhas da lei. E deixa o barco remar em mansas águas, e acaba não se apurando nada, não se punindo ninguém! O que só vem a provar que o dinheiro público não tem dono, igual a furico de bêbado.

E os casos, como este agora do Banco do Nordeste, são de uma desfaçatez que me deixa envergonhado. Os canalhas metem a mão sem dó nem piedade, deixam rastros de paquidermes, e as autoridades dizem que, se provado, todos os responsáveis serão punidos.

Por isso é que ando preocupado, que já nem sinto meus pés no chão.

E olhem que não tomei nenhum ácido, não fumei nada, não cheirei pó nenhum. A realidade é que já faz a sua parte de me deixar nas nuvens.

Eh, povinho miserável de safado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s