SÓ SE ACREDITA PORQUE É NO BRASIL

Às vezes me repito, como nesta postagem vocês poderão constatar. Não que seja falta de assunto, mas creio que alguns devem ser repisados, por serem tão incríveis. Eu mesmo teria a maior boa vontade de ficar falando novidades. Porém as novidades nem sempre são mais estapafúrdias que as velhas notícias.

Vamos a algumas observações colhidas aqui e ali.

1. O prefeito de Sumpaulo, aquela estranha cidade um pouco mais ao sul, num arroubo de humildade desmedida e desassombrada atribuiu dez, nota dez!, para a sua admirável administração. Tudo aquilo que prometeu e não fez foi porque, analisando bem, viu tratar-se apenas de promessa eleitoral que não merecia ser cumprida. Aí o eleitor nunca sabe se o prefeito tem razão ou não.

2. O futuro ex-senador Demóstenes Torres Caídas, em discurso para um plenário vazio no Senado da República, disse que é inocente, nunca fez nada que o desabonasse, em toda a sua vida. Bem que ele disse muita coisa, mas não havia ninguém para ouvi-lo. E repete a cantilena a cada dia, para ainda menos ouvidos. Isto me lembra uma cantiga de amor medieval, de Pero Meogo, em que a rapariga, que foi fazer saliência com seu amado na fonte próxima, diz um monte de mentiras para a mãe que, esperta, descobre toda a tramoia da pequena.

3. Paulo Salim Maluf declarou-se comunista desde sempre, informando mesmo que até andou comendo umas criancinhas quando mais novo. Há algum tempo, indagado sobre certa remessa de dinheiro para um banco em Paris (coisa de 400 mil dólares), disse que era para sua esposa fazer umas comprinhas lá. Comunista muito capitalista e consumista!

Imagem em patetasnapolitica.blogspot.com.

4. Aqui no Rio de Janeiro, mais propriamente no aprazível município de Duque de Caxias, comunistas se associaram a evangélicos para a disputa das eleições à vereança municipal. Criaram, assim, os comunistas crentes e os crentes comunistas. Jesus e Marx estão tentando entender seus pupilos. Eu mesmo não entendi nada. Também não me chamo Joaquim e não sou eleitor em Duque de Caxias, para que me preocupar?

5. Fernando Haddad prometeu raspar a vasta cabeleira, caso seja eleito prefeito da capital paulista. Tudo para acompanhar a tendência lulista nestas eleições.

6. Não gostaria de pensar besteira acerca da atitude de certos magistrados dos sodalícios superiores desta nossa terra, mas alguns deixam tanto furo, que fico meio cabreiro. Essa história de se permitir a candidatura dos fichas-sujas nas próximas eleições, por exemplo, é uma delas.

7. Também no aprazível município de Duque de Caxias, uma força tarefa composta por agentes da Delegacia do Meio Ambiente das polícias Federal e Civil, do Batalhão Florestal e de funcionários do INEA tenta desbaratar uma quadrilha de criminosos que tem seu foco em cemitérios, cadáveres e ossadas. E, mais incrível ainda, o chefe seria um delegado federal que até o dia 1º de julho assessor de Relações Institucionais da Vice-Governadoria, chefiada por Luiz Fernando Pezão.

Onde é que nós vamos parar?! Espero que não seja num dos tais cemitérios.

Anúncios

Um comentário em “SÓ SE ACREDITA PORQUE É NO BRASIL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s