É CADA UMA (3)

JESUS X SATÃ (NÃO É LITERATURA DE CORDEL)

O sero mano (conforme grafia criada por vestibulando) está cada vez mais desumano. E doido!

Agora vem dos EUA, aquele estranho país ao norte – bem lá em cima do globo terrestre que tenho em 3D aqui em casa –, a notícia de um cidadão que se diz Jesus ter agredido o vizinho, a quem ele chama de Satã, com um cano de ferro.

Do alto de sua loucura, desceu o cano na cabeça de Satã, que, se não tem parte com o Cramulhão, hora dessas estaria dando entrada nas profundas do inferno.

E esse autointitulado Jesus é reincidente específico. Quer dizer: já partiu para a agressão outras duas vezes.

Só que agora, Satã, que não é bobo nem nada, muniu-se da tecnologia mais recente e instalou câmaras para flagrar a ação do bem-aventurado maluco.

O dito Jesus, na verdade Kenneth Peterson, de 51 anos, cara de maluco, foi parar no xilindró.

Satã, na verdade Fred Padilla, está tentando, na justiça de Pôncio Pilatos ianque, ver se crucifica esta versão mal-ajambrada do filho do lá de cima.

Segundo ainda Satã: “Ele disse à polícia que o motivo do ataque era o fato de ele ser o Salvador e eu, Satã”.

Ora, se é o salvador, por que está querendo a morte do vizinho? É um Jesus muito esquisito!

No mínimo, este Jesus aí não está colocando em prática aquela história do “ama teu vizinho como a ti mesmo; mesmo que ele faça barulho; mesmo que ele acorde as crianças de madrugada”.*

 O tal Jesus ianque com cara de doidão (em oglobo.com).

QUEM NÃO PODE COM MANDINGA NÃO CARREGA PATUÁ

Outra notícia muito esquisita vem da Nigéria.

Um nigeriano que chegou a boa situação financeira usou de seu direito e casou-se com seis mulheres.

Ao chegar de uma farra, de madrugada, a casa, partiu para o quarto da mais jovem para fazer saliência. As outras cinco resolveram, então, lhe dar aquela velha coça que todo homem conhece muito bem e fica torcendo para acontecer consigo mesmo, sem avaliar o risco que corre.

E na sequência do “vamo vê” empreendido pelas cinco, em molde de rodízio de massa, o pobre coitado teve um afrontamento e perdeu o “folgo”, como se dizia lá em Carabuçu. Faltou o ar, o homem desmaiou. E daí para o desencarne não precisou nem mais um passo. Deu baixa no rol dos vivos.

As pobres coitadas estupradoras, ao perceberem a situação cadavérica do marido, fugiram. Duas já estão presas, e a polícia procura pelas outras três, já que a mais nova estava fazendo a coisa dentro do caderninho lá deles.

O nigeriano, de nome Uruko, acabou vendo que o buraco é mais embaixo.

As notícias estão em O Globo online de ontem.

———-

* Da música Ama teu vizinho como a ti mesmo, de Sá, Rodrix e Guarabyra, gravada no elepê Presente, passado, futuro (1972), EMI.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s