BICUDA, MACAÉ-RJ

Vim da roça. Carabuçu, minha terra natal, é uma vilazinha do município de Bom Jesus do Itabapoana. A sede do 4º Distrito.

Cada pedaço de chão deste país afora guarda sua história, suas belezas, por mais simples que sejam. Acolhe sua gente de um jeito todo especial, dando-lhe identidade e mais um monte de coisas que fazem os outros, de outros lugares, acharem-na um tanto estranha. Tudo, talvez, para justificar o provérbio “cada terra com seu uso, cada roca com seu fuso”.

Quando me perguntam se gosto de algum lugar em particular, brinco dizendo que vargem, barranco e mato todo lugar tem. O que de fato me faz gostar desse ou daquele são as pessoas que lá estão. Essas é que podem fazer com que o espaço geográfico seja único.

Claro é, sem dúvida, que há alguns que parecem ter sido feitos com mais cuidado, como se a natureza tivesse caprichado em seu acabamento. Um desses lugares está na serra de Macaé, município do norte do Estado do Rio de Janeiro.

Macaé hoje é mais conhecido pela exploração do petróleo, que ainda é farto na Bacia de Campos. Está ali a base terrestre para a o trabalho desenvolvido no mar, a muitas milhas da costa, por diversas empresas que prestam serviço para a Petrobras.

Mas quem sai da costa em direção à serra, que não fica muito distante – por isso o nome de Serra do Mar – vai-se encantando com cada trecho de estrada e culmina com um local muito apreciado por sua natureza exuberante, o Sana, uma vilazinha perdida a boa altitude, atingida por estrada de chão, a partir de Glicério, mais embaixo.

Aliás, Glicério já é uma boa surpresa, bem como Óleo, ainda mais embaixo. São lugares simples, mas com um charme que resiste a algumas horas de visita.

Mas antes que cheguemos a Glicério, de outro lado, à esquerda, numa bifurcação da estradinha que vai para lá, vai-se em direção à Bicuda, que se resume a algumas casas aqui e ali construídas entre a estrada de chão que sobe a serra e os cursos d’água que descem do alto, encachoeirados e barulhentos.

Em outra bifurcação, aí já dentro de um ajuntamento, temos à esquerda a Bicuda Grande e à direita a Bicuda Pequena, onde meu cunhado adquiriu há alguns anos uma chácara, da qual cuida com o maior carinho.

Fomos lá algumas vezes: eu, minha mulher, meus filhos. E passamos horas agradabilíssimas.

Há trilhas, caminhadas, poços, cachoeiras, para banhos relaxantes e horas de liberação de preocupações e estresses, ainda que o acesso a alguns desses pontos não seja muito fácil. Porém eu mesmo, com minha proverbial preguiça, meti-me a descer e subir por uns degraus rústicos num barranco para chegar até embaixo onde estava um poço formado por uma cachoeira. O local, embora de propriedade particular, é frequentado livremente pelas pessoas.

No entanto, uma das melhores experiências que tive, talvez porque tenha sido a primeira, foi ter subido um pouco além da casa de meu cunhado, para tomar cerveja numa típica venda de interior, que também é bar e restaurante.

O atendimento cortês do dono do lugar também adiciona um encanto a mais em tudo isso. Pois foi só pedirmos a cerveja, que veio geladinha, para que ele trouxesse de brinde um prato de tira-gosto feito pela mulher. Um pouco depois, chegaram dois rapazes para o almoço. E o dono do estabelecimento daí a pouco passou com dois pê-efes fumegantes e olorosos, de dar água na boca.

Não recomendo a ninguém ir até lá, se não tiver um amigo, um conhecido que lhe deem pousada, coisa que lá não existe, embora diante da chácara de meu cunhado haja uma construção parada, há muito, do que seria um estabelecimento com esta finalidade.

Para vocês aqui abaixo vai uma foto que fiz a partir da estradinha, um pouco antes de chegar até meu destino.

Pedra da Bicuda, Macaé-RJ (foto do autor).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s