SALADA DE BACALHAU COM FAVAS

Como sou o gestor onipotente deste blog, que recebe tudo que for de minha vontade, resolvi diversificar o tema desta vez. Então, vamos lá!

Nem só de pão vive o homem, mas também de um bom vinho, de uma boa talagada de cana (sem o estilhaço na estrada), de uma carne, de uma salada. Por isso hoje, com espírito culinário, vou dar a vocês a receita de uma salada de favas que fiz por ciência própria, sem que dela tenha visto ou sabido pratrasmente. Todos sabem que não sou chef de cuisine, mas dou minhas cacetadas, como se diz popularmente.

A fava é uma leguminosa, que produz vagens, dentro das quais se desenvolvem grandes sementes, bem maiores que os feijões. Cheia de sabor, a fava se presta a diversos pratos, tanto quentes quanto frios, em saladas. Nem sempre é fácil encontrá-la em mercados e quitandas. Às vezes, é encontrada congelada – normalmente importada – ou em grãos secos, como os feijões. A última foi adquirida no Hortifruti, embalada em saco plástico de 1kg.

A receita que lhes passo foi um experimento que deu certo. Ficou saborosíssima.

Ingredientes:

500g de favas secas – 750g de bacalhau de boa qualidade – cebola, cebolinha verde, salsa, tomate – azeitona verde picada – alface lisa – 2 dentes grandes de alho – caril (curry) – azeite extravirgem.

Modo de fazer:

1. Dessalgue o bacalhau com 48 h de antecedência. – 2. Deixe a fava de molho na noite anterior à feitura do prato. – 3. Cozinhe o bacalhau no dia da feitura do prato. Retire as espinhas, limpe-o e desfaça-o em lâminas ou lascas não muito grandes. A consistência do bacalhau vai guiá-lo naturalmente nessa tarefa. – 4. Cozinhe a fava em pressão, com um pouco de sal, como feijão, por 30 ou 40 minutos. Ela não deve ficar muito cozida, mantendo-se o grão íntegro. – 5. Após o cozimento, escorra e dê um choque com água fria, para que se suspenda o cozimento dos grãos. Deixe esfriar. – 6. A cebola, a cebolinha verde, a salsa e o tomate devem ser picados como para o molho vinagrete. – 7. Os dois dentes de alho devem ser picados ou triturados. A seguir, leve-os ao fogo, com um pouco de azeite (meia xícara), até dourar. Quando estiverem dourando, acrescente uma colher de sobremesa de caril (curry). A seguir, acrescente as lascas de bacalhau para uma ligeira fritura. – 8. Num recipiente grande, deite as favas cozidas, acrescente os temperos picados, mais a azeitona e o refogado com as lascas de bacalhau, alho e caril. Misture com cuidado e acrescente mais azeite extravirgem conforme o gosto. Também se gostar, polvilhe mais um pouco de caril. – 9. Por fim, coloque numa travessa e circunde com a alface cortada em tiras finas.

Para quem gosta, sugiro acrescentar uma boa pitada de pimenta-do-reino.

Sirva com arroz branco e pão francês fatiado. Se fizer um arroz de lulas e camarões, aí é só correr para o abraço. A bebida fica por sua conta, mas como sou fã de vinho tinto, posso garantir que um bom tinto acompanha muito bem esse prato.

 

Favas secas (em portuguese.alibaba.com).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s