PAI PRUDENÇO EXPLICA O VEXAME

Última foto obtida de Pai Prudenço (em telesvale.blogspot.com).

Bati um fio espiritual para Pai Prudenço, o assessor do blog para assuntos esotéricos, espirituais e fantasmagóricos, para falar sobre o fiasco do Botafogo diante do Bahia, tendo em vista que eu mesmo havia encomendado um quebranto forte contra o time da Boa Terra.

Pai Prudenço tinha combinado comigo sacrificar um bode preto, o mais fedorento que ele achasse, com mais alguns acessórios de muito valor mandingueiro, numa clareira virgem de uma mata idem, diante de uma cachoeira nem tanto.

Pelo trabalho, paguei não sei quanto – não vou dizer aqui, para que, depois, o leão do imposto de renda vá em cima do meu guru – e aguardei a mudança de rumo do jogo, até o apito final de Sua Excelência, que no dia de hoje não pôde ter sua genitora xingada em hipótese nenhuma. Ele esteve isento de culpa.

Segundo percebi, o time do Glorioso nem chegou a Salvador, quanto mais ao Pituaçu, para a partida deste domingo. Sequer embarcou para a Bahia. Ficou em terra, amarrado por uma mandinga muito mais forte vinda do Recôncavo e com forte cheiro de azeite de dendê. Os jogadores que pensávamos ver na tela da tevê eram apenas projeções em 3D de imagens de joguinhos virtuais, obtidas via espiritual online, por poderosos hackers pais-de-santo baianos, a soldo da equipe do Bahia.

Por isso é que, tão logo terminada a refrega (e que refrega!), entrei em contato telepático, mediúnico, ou lá o que seja, com Pai Prudenço, a fim de que ele me desse as devidas explicações para o vexame alvinegro em terras de Gabriela e Jorge Amado.

Como ele não foge à responsabilidade, começou explicando que tinha comprado o bode de – em suas palavras – “um tar minino danado de falante, espigadim, cabelim lustrado de brilhantina Glostora, que atende pela graça de Tõi Carlinho, neto do homi”.

Logo desconfiei. Ele comprou o bode do neto do ex-homem forte daquele estado – e já entrado nas esferas astrais em virtude de desencarne e que agora aparece como um fantasma da pior estirpe na novela Gabriela, incorporado em outro Tõi, desta vez o Fagundes. O “minino” é o deputado almofadinha, torcedor empedernido do Bahia, que certamente mandou preparar espiritualmente o bode a ser passado a Pai Prudenço.

Chamei-o às falas. Um homem com os costados quentes como ele não pode ser enganado feito criança de cueiro e chupeta. Como é que ele me deu uma dessas? Como caiu num logro tão grande? Ameacei-o ainda de dispensar seus serviços de assessoramento espiritual-esotérico do blog. Porém ele, com uma risadinha sarcástica, raspou a garganta e sugeriu em forma de ameaça:

– Óia que ieu faço seu timim de merda baixá ni otra dimensão, hem!

Senti em dimensão a segunda divisão e voltei atrás em minhas ponderações nada ponderadas com Pai Prudenço.

Contudo, para não deixar barato e mostrar que também tenho minhas amizades poderosas, sugeri que ele fosse se consultar com Pai Sir Zatonio de Xangô, a fim de ver se, embolando suas mandingas e quebrantos de meia-tijela, possam os dois tirar o time da pasmaceira apresentada no jogo de domingo, em que até mesmo Seedorf parecia mais perdido que cachorro caído de caminhão de mudança.

Saravá!

Um comentário sobre “PAI PRUDENÇO EXPLICA O VEXAME

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s