ECOS DA CAMPANHA ELEITORAL

1. Como já havia comentado, a partir de pertinente observação de minha mulher, o candidato à prefeitura de Niterói Rodrigo Neves, do PT, em combate à candidatura de Felipe Peixoto, do PDT, associa-o à administração Jorge Roberto, que se mostrou muito impopular, a partir do trágico episódio do Morro do Bumba.

A se seguir este argumento, os que também não gostaram de Godofredo Pinto, ex-prefeito do PT, que passou com uma pífia administração da cidade, também não devem votar em Rodrigo Neves.

Assim se segue o princípio de pau que dá em Chico dá em Francisco.

Pois este é agora o mote do desesperado Sérgio Sveiter, que está ameaçado, mais uma vez, de ficar olhando os catamarãs saírem do cais da Praça Arariboia.

Pelo menos, ele lançou mão do expediente: Se você ficou satisfeito com o Godofredo, vote em Rodrigo; se está com Jorge, vote em Felipe. Caso contrário, ele se apresenta como o candidato da mudança.

No entanto, num de seus programas no horário gratuito, ele se disse filho de um antigo e singelo comerciante da cidade. Quer-me parecer que não é bem isto, pelo que todos sabem. Seu pai pode até ter sido comerciante, como eu já fui vendedor de couves e alfaces para minha avó, lá pelos anos 50, e engraxate da barbearia do Moreninho, logo a seguir.

Pelo que sei, seu pai foi prestigiado e competente advogado em Niterói, posteriormente desembargador no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro e, finalmente, ministro do Superior Tribunal de Justiça, além de, durante bom tempo, grão-mestre de uma ordem maçônica brasileira.

Pode não ter sido mentira o que ele disse, mas não é a verdade total. E isso não fica bem em quem promete correção na administração da cidade.

2. Em Miracema-RJ, terra de minha mulher, houve um furdunço ontem por ocasião da carreata do atual prefeito Ivany Samel, candidato à reeleição.

A política no interior assume temperatura bem distinta do das grandes cidades. Além das apostas costumeiras entre os defensores deste e daquele candidato, às vezes também ocorrem socos e pontapés entre os mais sanguíneos. Quando não tiros e facadas!

Pois soube que, não tendo a carreata do candidato passado pelo Morro do Cruzeiro, bairro pobre da cidade, os moradores sentiram-se desprestigiados e, vestidos com a camisa azul do candidato da oposição, Joedyr, que foi seu vice-prefeito, desceram para a parte baixa da cidade, o que motivou a ação da polícia, para que os ânimos não atingissem o ponto de fervura.

Pelo que soube via Facebook, o atual prefeito pediu que seus correligionários não saíssem de casa, a fim de evitar qualquer tipo de confronto.

Para que o amigo leitor calcule a que ponto a coisa chegou, Rosa, secretária do lar de meus sogros, foi até a quitanda do Maradona para comprar jiló e cheiro-verde. Como estava vestida com uma blusa azul, a cor do Joedyr, não foi atendida pelo dono da quitanda, membro ativo da comissão de campanha do atual prefeito, cuja cor é a vermelha.

Rosa teve de voltar a casa, trocar a blusa por uma na cor verde, para conseguir comprar jiló e cheiro-verde. Ou a comida do dia ficaria meio destemperada, bem diferente do sabor da campanha eleitoral da cidade, que já está bem azedo.

3. Em Bom Jesus do Norte-ES, onde moram meus pais, minha mãe, católica fervorosa e atuante, leu para nós, durante o café da tarde no sábado, as recomendações da Igreja para os eleitores católicos. Eram dez pontos básicos para orientar uma boa escolha.

A cada item enumerado, ela ia descartando um candidato. Alguns, ou quase todos eles, se enquadravam em mais de uma recomendação, que sempre começava com: “Não vote em candidato que…”.

Ao final da leitura de todos os itens e, com base neles, disse um tanto decepcionada – logo ela que sempre gostou de política, como seu avô Antonico Pinto –:

– É… a seguir por aqui, não há nenhum candidato que mereça o voto.

Tristes trópicos!

Imagem em telacrente.org.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s