ELEIÇÕES: DEU NO JORNAL

E,na Gávea, os urubus passeiam a tarde inteira entre as urnas*(magem em piscofisicabiologiz.nip.net.).

 

1. DEU NO JORNAL que Patrícia Amorim está aborrecida por não ter sido reeleita vereadora à Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Não sei se rio, se choro ou se Niterói.

Bem feito para Patrícia Amorim. Em vez de trabalhar pela cidade, foi destrabalhar pelo rubro-negro da Gávea e acabou vendo urubus no ar.

E nada mais agourento que ver urubus pairando no ar. É sinal de que há coisa putrefata embaixo.

E podem ter certeza de que foram os torcedores do Flamengo que não votaram nela nestas eleições. Os poucos votos que ela teve, certamente, foram de eleitores rivais do Pó de Arroz, do Bacalhau e do Glorioso, que gostam tanto da dupla jornada de destrabalho, que queriam vê-la continuando a fazer das suas nas duas frentes. Ou nas duas rabeiras, sei lá – é só olhar a posição do clube na tabela do Brasileirão!

Chora não, Patrícia! Dias melhor verão! E Pereiras, Oliveiras, Ferreiras, Machados e por aí afora.

2. DEU NO JORNAL a derrota, em Niterói, também para a Câmara Municipal, do candidato e ex-prefeito Godofredo Pinto.

O coitado ficou numa posição vexatória (52º lugar da lista) para quem fez propaganda dizendo de todas as benfeitorias produzidas por sua desadministração na cidade. Quando vi a tal propaganda, confesso que cheguei a ficar impressionado com o montante de trabalhado desenvolvido. Olha que vivo nesta cidade há décadas e não percebi nada. Também eleitor com má vontade é pior que burro empacado. Quando não quer uma coisa (ver as magníficas realizações de sua gestão), não põe o votinho lá na urna eletrônica.

E o ex-prefeito deve estar muito constrangido com a situação.

Por isso é que não me candidato nem a síndico do prédio onde moro. Ficaria com vergonha dos votos que não ganhasse. Logo eu que sou tão espetacular, como qualquer candidato a cargo público.

3. NÃO DEU NO JORNAL, mas deveria ter dado, que o balão apagado que caiu nas imediações de Aricanduva, na Zona Leste de São Paulo, atende pelo nome de Celso Russomano, o inocente.

Os eleitores que correram atrás dos destroços, na tentativa de resgatá-lo, só encontraram cinzas e nada mais.

Em compensação, em Curitiba, periga que os eleitores coloquem na prefeitura um ratinho. Depois não venham reclamar comigo que o prefeito rouba. Eles é que são os responsáveis por isso. Quando o candidato tem nome respeitável, já é um problemão, imaginem quando já vem com nome de ratinho!

Depois não digam que não avisei.

Até o segundo turno!

———-

*Vergonhosamente plagiado de Alegria, alegria, de Caetano Veloso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s