NOTAS ESPARSAS

Desenho de Diogo, em blogs.estadao.com.br.

1. O MILAGRE DO MALUF

Maluf é um homem extraordinário!

Alçado à política durante a ditadura militar, a qual apoiou sempre e dela se nutriu, passou o tempo todo sendo alvo de denúncias diversas, sobretudo quanto à lisura no trato com o dinheiro público. No Brasil, passa incólume por polícia, ministério público e justiça. Nem mesmo o grito de “pega ladrão!” o incomoda. É um homem honrado.

Contudo, há cerca de três anos, não pode pôr os pés fora de seu querido país, pois tem mandado de prisão da Interpol, a polícia internacional que caça todo tipo de criminoso que circula por aí. Agora, para acrescentar mais uma cereja a seu bolo de merda, a justiça das Ilhas Jersey o condenou a devolver dez milhões de dólares que mantém em bancos daquele paraíso fiscal, porque chegou à conclusão de que tal soma foi obtida por corrupção, em desvio dos cofres públicos.

A justiça das Ilhas Jersey é mais ciosa com o erário brasileiro, que a justiça tupiniquim.

Vejam, então, o poder do Maluf: conseguiu fazer funcionar a justiça de um minúsculo país a milhares de quilômetros daqui. Só que deu azar: funcionou contra ele mesmo.

2. ALKIMIN E OS PROBLEMAS ALHEIOS

Alckimin, aquele governador tipo gelatina sem sabor, está chateado com a campanha contra São Paulo, armada pela mídia, que vive divulgando a carnificina que ocorre, sobretudo, na Grande São Paulo. Segundo ele, o número de ocorrências está dentro do aceitável, já que na área metropolitana, onde moram 22 milhões de pessoas, isto é perfeitamente previsível.

Acho que o Alckimin ficou doido. Quer transferir para os meios de comunicação os problemas da cidade e do estado, fingindo que a normalidade reina em terras da garoa.

3. O MINISTRO PERIGA MORRER

O Ministro da Justiça deste nosso estranho país periga morrer. Declarou, dias atrás, que prefere a morte a ir para uma prisão brasileira.

Isto, no entanto, só foi declarado depois que políticos de expressão começaram a ser condenados pelo Supremo Tribunal Federal.

As notícias sobre as péssimas condições dos presídios, de norte a sul, de leste a oeste, vêm de longe. Os governos se sucedem e empurram com a barriga as possíveis melhorias do sistema carcerário, mas nada fazem. Este ano, mesmo, da dotação orçamentária de cerca de 270 milhões de reais para o setor, apenas se aplicou 1%. É isto mesmo que você leu – não me enganei na digitação: um por cento.

Agora, vendo colegas políticos sendo condenados às grades, foi a público manifestar seu horror mortal às prisões.

Não quero chegar à postura de alguns que dizem que, se alguém não quiser sofrer o pão que o diabo amassou em nossas prisões, não cometa crime. Porém é de se pensar que, além da pena, sempre abrandada por uma série de benefícios da legislação, o condenado sofre com as condições de cumpri-la.

4. PREFEITURA DÁ O TROCO

Em Miracema-RJ, o prefeito atual, Ivany Samel, PMDB, apostou todas as suas fichas na reeleição. Estava seguro de que se reelegeria com os pés nas costas. Perdeu fragorosamente para o candidato do 22, Joedyr, que foi seu antigo colega na administração municipal há alguns anos.

Segundo as bocas de Matilde, sua derrota é atribuída à traição de Paraíso do Tobias, um dos distritos do município, e do Morro do Cruzeiro, onde mora a população mais carente.

Agora, as mesmas bocas andam dizendo que as pessoas que se dirigem à Secretaria Municipal de Saúde para retirar remédios gratuitamente são recebidas com a seguinte frase do funcionário:

– Vai pedir ao 22.

E o cidadão volta com cara de tacho para casa, mesmo que tenha votado no perdedor.

A retaliação está sendo feita contra todos indistintamente, que é, mais ou menos, como prevê o regime democrático: sem benesses para os apaniguados.

Tenho receio de que os que necessitam de fraldas geriátricas recebam pelas platibandas:

– Vá cagar no mato!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s