MOMO ESTÁ ME CHAMANDO

Momo já começou a sacolejar as suas banhas e está piscando o olho para mim. Ponho-me um tanto arredio no meu canto, sem muita disposição, mas, pelo que ando vendo, as mulheres turbinadas, siliconadas e/ou malhadas, mais uma vez, se dispõem a alterar meu batimento cardíaco, minha pressão arterial e as minhas taxas de colesterol, glicose e triglicerídeos. Assim como minha conta bancária!

Leio nas folhas que o famigerado curral do carnaval baiano, em que quem paga fica, quem não paga dá linha na pipa e vai para a pipoca, se instalou no carnaval do Rio de Janeiro.

O prefeito da cidade, Eduardo Paes, resolveu, desde o ano passado, organizar um pouco a balbúrdia da folia e estabeleceu cadastramento obrigatório para todos os que quiserem desfilar pelas ruas em grupo. Tem alvará, sai; não tem, não sai!

Então, alguns espertos empresários da festa momesca se adiantaram e trouxeram essa velha novidade baiana para nossos desfiles de blocos: o curral de cordas, onde vai quem já pagou. Os demais ficam de fora.

Estou prevendo um tempo em que, além do abadá, do cordão de isolamento e do banheiro químico desfilante, eles passarão a vender headphones individuais, para permitir apenas aos pagantes ouvir o estridente som que grassa durante os dias de carnaval. Talvez aí a folia fique realmente bem organizada. E lá não porei meus pés. Já os pus muito na época da desorganização e achei tudo bem esculhambado mesmo. Tudo bem brasileiro, baiano e carioca.

Pelo que não gosto de carnaval, já brinquei demais, já sofri demais, já fiz o que quase ninguém faz. Já vi o pré-carnaval do Recife no Pátio de São Pedro, já fui à abertura do carnaval em Maceió, já vi desfile de campeãs, de grupo de acesso, de primeiro grupo, do Simpatia é Quase Amor, do Bloco da Segunda, do Cordão do Boitatá, do Cacique de Ramos, do Bafo da Onça, de Grandes Sociedades (Alguém aí sabe o que é isso?), do Bloco do Boi, dos Filhos da Pauta e de inúmeros outros bailes carnavalescos a que compareci, porque, como digo com frequência, sou casado com comunhão de carnavais.

Durante este tríduo momesco, se o dileto leitor que, por bobeira, passar aqui pelo blog e não me encontrar com textos atualizados, pode ter certeza de que fui atrás de algum trio elétrico, com minha mulher. Pois, nesses casos, só não vai quem já morreu.

Bom carnaval a todos!

 

Imagem em virtualiaomanifesto.blogspot.com.

———-

PS: Também já fiz algum retiro espiritual, enquanto o pau quebrava nas ruas.

Um comentário sobre “MOMO ESTÁ ME CHAMANDO

  1. Pingback: Momo está me chamando (via Gritos & Bochichos) | Beto Bertagna a 24 quadros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s