MARACANÃ SEGURO

Soube por fontes radiofônicas deletérias, mas fidedignas, que os ingleses estão boquiabertos com a história do jogo entre os súditos de chuteira da Rainha-Mãe e os cucarachos tupiniquins.

Jornais como o The Times e o The Guardian chegaram a falar em caos no Brasil, diante da decisão da juíza em proibir o jogo por falta de segurança e, logo em seguida, decidir pela revogação da sua própria decisão por já ter outro entendimento da situação.

Ou os ingleses são inocentes ou não conhecem, de fato, o país a que vêm para a inauguração oficial do templo do futebol, que é o Maracanã.

Por isso é que lhes – aos ingleses – quero informar que não há, nem nunca houve, caos nenhum no país por conta desse proíbe/permite para o jogo. Ninguém no Brasil em sã consciência – ou mesmo em péssimas condições mentais –, muito menos a magistrada que atendeu a solicitação do Ministério Público, acreditava que o jogo não fosse realizado.

Eu mesmo, que não sou especialista em Direito – apenas em Errado – e muito pouco entendo deste nosso glorioso país, que não está aí para ser entendido, senão desconfiado, afiancei no final da postagem de ontem que a liminar seria cassada. Errei por pouco: ela foi, de fato, revogada.

Porque, se há alguma coisa de certa entre nós, tal coisa é a cassação de liminares. Dificilmente há alguma que sobreviva mais do que 72 horas. Aliás, no país, a liminar foi criada para ser cassada. E estamos combinados assim.

Portanto, senhores súditos da Rainha-Avó, não há nada de caótico no país, a não ser as coisas que já são naturalmente caóticas, a começar pelo tráfego e o tráfico, pelas ideologias políticas nacionais e pela base de sustentação do Governo, que não se sustenta a uma análise perfunctória e imediata, e sem qualquer base ideológica. Mais ou menos, por aí!

Podem vir tranquilos, como se viessem para pegar o sol de outono em Copacabana. Agora, quando escrevo, há nuvens sobre a Guanabara (Ih! fez um solzinho rápido, que já se escondeu!), mas para o jogo entre Patropi x Súditos Apavorados da Rainha-Bisavó o céu será de brigadeiro, como garante a revogação da liminar da juíza que, tendo por base um laudo de 29 de maio, suspendeu a partida. E a revogou em seguida, apoiada em laudo de 30 de maio. Coisa assim de somenos importância para nós brasileiros, que vivemos no caos sem o saber. E muito menos o sentir.

Assim, como num passe de mágica, em menos de vinte e quatro horas, o Maracanã passou de local inseguro para o público, para local seguro pra caramba. E olhe lá!

Habebimus jocum! Como diriam os latinos.

Nerival Rodrigues, Pelada de futebol (em ajursp.blogspot.com).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s