GALO SEM MACARRÃO

Ontem, no novo Maracanã, o Botafogo recebeu o Galo em banho-maria. Tanto que o time mineiro pensou que o Fogão estivesse sem gás, apagado, bicos entupidos. E chegou cheio de cocoricós pelas costas, tanto que abriu o placar lá pelos não sei que minutos (não presto muita atenção a gol alheio).

E se achou, de Galo, um Pavão (Aliás, por falar nisso, soube que a Gaviões da Fiel vai passar a ser Pavões da Fiel, com preconceito e incorreção política e tudo! Hahaha!.)

Então Ronaldinho Gaúcho se achou a Maria Antonieta de cabelos presos, um pouco antes da Queda da Bastilha. Dizem, inclusive, que falaram para o técnico do Atlético que o jogo estava encaminhado para uma vitória deles lá e suas negas. Ao que, também soube, ele teria dito: Então que comam pão de queijo.

Na verdade, Ronaldinho jogou muito bem, devo reconhecer. Mas não quero. Não devo. Ronaldinho não joga nada contra o Botafogo.

Mas quem acabou comendo o pão que o Vitinho amassou foi o Galo, que desafinou e perdeu o rumo de casa.

Metemos-lhe quatro balaços pela crista e acabamos com o cozimento nos quatro bicos do Fogão em funcionamento. Só faltou o macarrão, pois estamos de regime e o doutor recomendou que não consumíssemos muita massa.

e7537-botafogo

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s