NITERÓI: 440 ANOS

Niterói completou no último dia 22/11 440 anos, desde que foi fundada pelo cacique Arariboia, da tribo dos temiminós capixabas, que recebeu do rei de Portugal as terras onde se localiza a cidade, em agradecimento ao seu empenho na guerra contra os franceses, que haviam invadido a cidade do Rio de Janeiro. A história é muito interessante.

De lá para cá, a cidade cresceu, mas não tanto como algumas que são até mais moças e que não tiveram nem mesmo o status de capital estadual. Niterói é uma mistura, até hoje, de cidade grande e interior, o que lhe dá um charme todo especial. Eu mesmo vim para cá em 1967 e não mais saí. E, apesar de todos os problemas por que a cidade passa atualmente, posso dizer que ainda é muito prazeroso ser um de seus habitantes. Por enquanto, há mais benefício que custo, embora a vida aqui seja um tanto cara.

Para comemorar seu aniversário, resolvi postar algumas das fotos que tenho feito com frequência de suas paisagens, sobretudo da que me fica logo adiante do nariz: Icaraí e imediações.

Espero que gostem.

2013-03-26 18.07.02

Niterói 440 anos 1

Niterói 440 anos 2

Niterói 440 anos 3

Niterói 440 anos 4

Niterói 440 anos 5

Niterói 440 anos 6

8 comentários em “NITERÓI: 440 ANOS

  1. Marcos Lage disse:

    Olá Saint-Clair Mello,

    encontrei sua foto do mac durante o por do sol e gostaria de poder usa-la no material de divulgação de um evento que será realizado na UFF no ano que vem. Vc autoriza o uso da foto, com os devidos créditos?

    Obrigado!

  2. Saint-Clair Mello disse:

    Obrigado! Vou dar uma olhada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s