NÃO SOU HERÓI

Estou propenso a ter um troço
Um vício novo
Um trago de conhaque com tremoços
Alguma coisa que me deixe louco
Tão certinho eu
Tão pouco dado a insanidades

Mas já reflito um pouco
E penso nessa parca lucidez dos dias claros
Nos episódios raros de beleza
Entre todas as dores que me contornam
– sociais ou da natureza individual do ser humano –
E prefiro estar sano a insano
E poder olhar as pessoas ao meu redor
E aquilo que me fez por anos
Ser essa pessoa comedida
Avesso a brigas discussões e ódios

Melhor assim
Melhor ter a paz que me conforta
A lutar como um doido
E nas derrotas
Procurar alguém que me console

Não sou herói e não pretendo a tanto

 

File:Titian-Sisyphus.jpg

Ticiano, Sísifo, c. 1548 (Museu do Prado, Madri).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s