CERTOS AMORES

(Para meus netinhos.)

São tão mínimos meus amores
Tão ingênuos
Tão sem tempo
Tão intensos
Tão magnificamente grandes
Esses pequenos
Que conto aos quatro
Cantos do universo
E os canto em verso
Em prosa e o que mais possa
Provar que nada mais importa
Que tê-los entre os presentes
Que a condição humana nos regala
Se não nos furtamos a viver
Assim intensamente
A cada clarão do dia:
Gabi, Bruno, Francisco e Maria.

Children With A Cart Painting by Francisco Goya

Francisco de Goya (1746-1828), Crianças com um carrinho (imagem na Internet).

Um comentário sobre “CERTOS AMORES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s