POR QUE DO NORTE, SE FICA NO SUL?

(Dedicado a Carlos José Figueiredo, que sugeriu o assunto.)

Por volta de 1964, meu pai fechou sua pequena venda de secos e molhados, vendeu nossa casa, na vila de Carabuçu, e foi com a família para a sede do município. Na verdade, a sede do município é, em alma, uma cidade composta por duas, divididas por um rio, separadas em estados distintos, mas que formam uma mesma comunidade. São elas Bom Jesus do Itabapoana e Bom Jesus do Norte, a primeira no norte do Rio de Janeiro e a segunda no sul do Espírito Santo.

Como a cidade capixaba é menor, menos populosa e de atividade econômica mais simples, o custo de vida relativamente a moradia ali é um pouco mais baixo do que na do lado fluminense.

Então meu pai optou por morar em Bom Jesus do Norte, até porque seu novo emprego, na cooperativa de laticínios, era justamente nessa cidade.

Nunca ouvi de qualquer bonjesuense, de um ou de outro lado do rio Itabapoana, questionamento sobre a denominação do município espírito-santense, embora o tenha ouvido de forasteiros.

A primeira vez em que tive a atenção chamada pela possível estranheza do nome foi em 1962, numa excursão que o Colégio Cel. Antônio Honório fez a Vitória. Na visita dos alunos à Assembleia Legislativa, ouvimos de um deputado sua intenção de propor a mudança da denominação do município, em vista da incongruência nela contida. Segundo seu entendimento, como pode ser Bom Jesus do Norte, se fica no extremo sul do Espírito Santo?

Só sei que jamais houve alteração do nome da cidade.

No entanto é possível explicá-lo.

A cidade fluminense nasceu Bom Jesus, em referência ao lugarejo mineiro de Bom Jesus da Vista Alegre, terra natal dos fundadores do povoado que gerou a cidade de hoje. À denominação foi acrescido posteriormente o nome do rio que corta suas terras, na divisa com o Espírito Santo. Já a localidade além da margem do rio, fundada pouco tempo depois, nasceu Bom Jesus do Jardim, quando foi elevada à categoria de distrito de São José do Calçado. Porém, em 1938, passou a denominar-se Bom Jesus do Norte, por se localizar ao norte do rio, ao norte da outra Bom Jesus, ainda que esteja no extremo sul do estado capixaba. Desde 1964 ela se emancipou de São José do Calçado, mantendo o nome no novo município.

Deste ponto de vista, não há nenhuma incongruência, já que a referência é feita ao rio Itabapoana, que divide os dois estados por cerca de duzentos e cinquenta quilômetros, até desaguar no oceano Atlântico.

Aí está a explicação de por que, mesmo estando no sul, é do norte.

O rio Itabapoana, num fim de tarde. À esquerda, RJ; à direita, ES.

2 comentários sobre “POR QUE DO NORTE, SE FICA NO SUL?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s